19 de jan de 2013

Vamos "A LA PLAYA"





 

 




Na verdade não é bem uma praia é uma piscina de tamanho um tanto duvidoso, mas acho que da para revezar.
 
 
Afinal quem não tem Tico e Teco tem que se virar com outros neurônios.


Por sugestão médica, fomos orientadas a sair de casa e ir passear num lugar calmo, sem ninguém, bem longe da rotina do dia a dia, esquecer tudo e todos, não é tão longe, porém o suficiente para descansar e numa emergência voltarmos se precisar.

Estou no maior sufoco para fazer a mala.



   Tenho que levar minha sombrinha, toda a medicação, meu chapéu.
 
 
 





 Minha bicicleta verde vai também, ela não é linda?


  1.  
  2. Vou levar o balão que usei para fugir de uma alemã que me adora..." Òh céus... Óh vida... Óh azar"
  3.  


  

Tenho o sombreiro, no caso de aparecer algum conhecido, entro de cabeça  nele quero ver se alguém me reconhece e tem mais, posso aproveitar e me disfarçar...
 
finjo que sou um funcionária que entrega os pedidos na beira da "playa", ou melhor, da piscina...
 
 
 Bom... cada um vê como quer a praia ou piscina, estou sem Tico e Teco mesmo... 
 


Comprei uma bexiga, porém um filhote de elefante (que está bem parecido comigo, só falta a tromba e o rabo) cismou e está brincando de sobe e desce.

Logo ele cansa e eu escodo a bexiga dele.

 


Não posso esquecer-me de levar pelo menos um traje a rigor, vai que a gente resolve ficar na beira da piscina conversando, ninguém vai pensar que nosso Tico e Teco estão fora, a rasgada e a remendada bem vestidas vão parecer normais, não que não somos , apenas nossos neurônios tiraram férias prolongadas.









 O notebook vai, sei que minha amiga vai dormir ou mesmo ficar sonolenta, a médica está ajustando a medicação para ver se a  Depressão melhora, ela teve muitos altos e baixos, o corpo disse...
 
- CHEGA!!!
 
 
 
 
 
 
 Estou levando livros, quando ela não dormir em cima do notebook, eu empresto o livro," Sonhos Encantados", assim, ela terá um sono restaurador. 
  

 Estou levando mais dois livros, um chinês, pois sei que uma senhora chamada Alzheimer anda me seguindo, eu já disse que só falo português e chinês, alemão nem pensar.



Nem adianta piscar pra mim... "To nem ai... To nem ai"
  


E quanto ao livro de português, pode deixar porque você vai cansar, eu enchiiiiiiiiiiiii de cadeado, pelo menos enquanto eu estiver viva você jamais aprenderá português  rs  
  

 Tive uma ideia genial, levar meu  TECO-TECO, escondo no mato, ele fica quase invisível, se tivermos que fugir  é só correr e...
"Adios Muchachos"
 
 
 
 
 

 
Estou aqui confabulando com meus botões, (embora minha blusa não tenha nenhum kkkkkk) só a nossa médica para ter uma ideia dessas; pedir para minha pessoa fazer companhia para amiga que só está com depressão.

Justo euzinha, que tenho, Transtorno Afetivo Bipolar, Depressão, TOC e sei lá o que mais.
 


Sem Tico e Teco, que abandoram-me sem se quer me dar adeus, acho meio doido,
 ou saímos curadas ou loucas de vez. 




Vamos ter muito que conversar, rir, chorar do que vivenciamos,  presenciamos, temos material para escrever um belo 
 Best-Seller.

Sempre demos um jeito de se comunicar, neste quesito somos peritas em burlar todos e se falar kkkkkkkk









Minha amiga já deve estar com a mala toda arrumada, ela é extremamente organizada, ao contrário de mim que nunca sei o que quero levar.







Ela é chique benhê!!!





Vamos ter que ficar de olho... se por ventura eles acharem que estamos Lelé da Cuca, vão querer colocar camisa de força em nossos corpitchos...












 
Assim que aparecer uns grandalhões vestidos de branco.
 

COREEEEEEEEEEEEE que atrás vem gente


Vamos direto para o Teco-Teco

 
 


 

UIAAAAAAA que medo!!! 
 
 
 
 
 
 
Vou tomar calmante e dormir, cansei de ficar fazendo as malas.

 
 
Quando voltarmos eu conto tudinho tudinho.






 
 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Este espaço é seu, com ou sem chapéu.
Obrigada pela visita.
Volte sempre!!!

Real Time Analytics